terça-feira, 7 de dezembro de 2010

QUANDO UMA ESTRELA SE APAGA






















Quando uma estrela se apaga



Minha estrela se apagou para
renascer em outro céu...
Onde havia labareda,
hoje é o mais escuro véu.
Estrela que me incendiava,
brilho singular que estrelava,
somente ela...
uma constelação,
porta que se abria à
minha inspiração.

Nem rastro deixou,
apenas se foi,navega
pelo universo sem fim...
Cintila sua luz em outros versos,
tirou seus olhos de mim.

Quem sabe,
se na luz apagada exista
um segredo que me destinou...
E nessa escuridão,encontra-se,
embrenhada,grande revelação!

Ao contemplar as estrelas
procuro encontrá-la,
sem conseguir vê-la.
Então, me vem a certeza:
que sã o as estrelas se
não luminosos rastros
de ilusões do passado,
cintilações de astros que
recolhem a belezapara
mostrá-la noutro espaço?

(Carmen Lúcia)

Nenhum comentário:

Seguidores