terça-feira, 7 de dezembro de 2010

DESENCONTRO


















TE ENCONTREI EM TEMPO ERRADO.

TE BUSQUEI O TEMPO TODO.

TE DESCOBRI NO TEMPO CERTO.

TE QUERO NO TEMPO AGORA.

MAS TE PERCO ENTRE O TEMPO

TE PRECISO O TEMPO TODO.

ME DESESPERO.

PORQUE O TEMPO SE FOI.

A GENTE SE PERDEU.



NÃO SE ENCONTROU O TEMPO.

O MAIOR CULPADO DE

TUDO NOS TIROU DO CAMINHO,

E NOS FEZ CAMINHAR

POR CAMINHOS OPOSTOS.


VIDAS SEPARADAS,

VIDAS DISTANTES.

NA CONTRAMÃO DA VIDA.

CADA UM EM UMA DIREÇÃO.


E O TEMPO?

CONTINUA O MESMO

ALHEIO A TUDO ISSO.

E MEU AMOR POR VOCÊ CONTINUA.

CADA DIA DOÍ MAIS SUA AUSÊNCIA!




Darcy Raposo


Um comentário:

ojoenelfirmamento disse...

ME GUSTA MUCHO ESTE POEMA, PORQUE ES REAL, SALE DE LA VIDA COTIDIANAN Y DEL CORAZÓN.
ES TAN DIFICIL VIVIR LEJOS DEL SER AMADO,LA DISTANCIA... EL TIEMPO, LOS DESENCUENTROS DUELEN EN CARNE VIVA Y LAS LÁGRIMAS CORREN PPOR DENTRO SIN CESAR.

Seguidores